Viver-aprender, sem fôrma

 

Doutorado = profundidade e inovação

+

Informal = liberdade e paixão

 

O doutorado informal é uma processo de aprendizagem independente e interdependente que qualquer pessoa pode fazer. Baseia-se em cinco princípios:

  • Curiosidade
  • Autonomia
  • Percurso
  • Entrega
  • Sabedoria

Coincidentemente (juro!), a sigla resultante foi CAPES. Diferente daquela CAPES que já conhecemos, Curiosidade é o autêntico interesse de quem aprende; autonomia é sua responsa-habilidade em fazer escolhas conectado com seus valores e com a comunidade à sua volta; percurso é a caminhada do doutorado informal em si, guiada por uma postura ao mesmo tempo de consistência e flexibilidade; entrega é a capacidade de gerar impacto positivo a partir do compartilhamento do próprio percurso e de seus resultados; e sabedoria é a autorreflexão a respeito do conhecimento que se produz, afinal, "a bomba atômica representa algum progresso em relação ao arco e flecha?" (Cristovam Buarque)

Acredito que essas cinco palavras juntas estão redefinindo a forma com que compreendemos e vivenciamos a aprendizagem no novo milênio.

Leia o Manifesto do doutorado informal:

 

 

Faça o download do Manifesto aqui. O doutorado informal também é:

Uma metáfora

 

O doutorado é um título acadêmico cuja finalidade é atestar a capacidade das pessoas em propor coisas novas. Porém, se admitirmos que todas as pessoas já vêm "de fábrica" com a capacidade de investigar e criar, o doutorado seria revisto. Sua forma tradicional seria desformada. Ao invés de querermos ser doutores, nos tornaríamos doutorandos informais. Peritos no que mais acende nossa curiosidade.

Um movimento

 

Cada vez mais pessoas estão embarcando em percursos de doutorado informal. Por diversos motivos:

  • Para conectar sua aprendizagem à sua história e propósito de vida;
  • Para se aprofundar nas coisas que mais lhes encantam, atentando para as necessidades do mundo;
  • Para poder convidar pessoas inspiradoras de diversas áreas para serem seus mentores;
  • Ou simplesmente por estarem exaustas das disfunções do meio acadêmico.

Círculo de Doutorandos Informais (CDI)

O Círculo de Doutorandos Informais é uma iniciativa de estímulo à criação de mais doutorados informais pelo Brasil.

O CDI funciona como um evento de um dia inteiro (ou de duas noites) que serve para despertar o poder da aprendizagem livre em um grupo. Foram realizados três CDIs ao longo dos anos de 2014 e 2015 em três capitais brasileiras: São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

Clique aqui para fazer o download do Kit CDI, que reúne tudo o que já escrevi sobre o Círculo até hoje.

Quero ME ENVOLVER

O doutorado informal é uma comunidade. Qualquer pessoa pode iniciar sua própria pesquisa, criar encontros e iniciar grupos de livre aprendizagem. Nos encontramos num grupo no Facebook.

Se quiser minha ajuda para criar o seu grupo, faça contato.


Textos

 

 

Para saber mais, veja a última parte do livro Doutorado informal.


Veja quem já falou sobre o doutorado informal: